SEJA BEM VINDO COLECIONADOR



sábado, 26 de fevereiro de 2011

MAMÍFEROS AAA



© Patrick Król Padilha© Patrick Król Padilha© Patrick Król Padilha
Esta empresa chama-se AAA, um nome estranho, fabricou diversos dinossauros, mas sem dúvida as melhores réplicas de animais extintos que fizeram são os mamíferos. A coleção conta com 5 espécies, sendo elas Mamute Lanoso, Rinoceronte Lanoso, Smilodon, Entelodont e Hyenodon. Das 5 réplicas eu possuo 4, faltando apenas o Mamute.
São mais comuns na Europa, sendo que o Smilodon e o Rinoceronte Lanoso consegui na Inglaterra, já o Hyenodon e Entelodont consegui na Alemanha. Os dois que consegui na Inglaterra são mais comuns, embora o Rinoceronte seja relativamente raro, ainda é fácil achar com um pouco de paciência e não sai tão caro. O problema é que já estão fora de produção e por isso seu valor aumenta com o tempo. O valor médio do Smilodon é entre 5 e 10 Libras Esterlinas, a moeda do Reino Unido.
O Entelodont e o Hyenodon são as melhores réplicas, sendo que parecem ter saltado da tela, diretamente do documentário Caminhando com as Bestas, da BBC. Até as cores são copiadas e talvez por isso ficaram tão bons. O Smilodon é particularmente interessante porque é muito musculoso, retratando bem o animl e o Rinoceronte é bem legal porque parece entediado, com uma cara engraçada e perninhas atarracadas, escondidas em meio à pelagem.
Até onde sei, foram feitos no começo da década passada, entre 2000 e 2005 provavelmente. Os bonecos são feitos de borracha maciça, ou seja, não são ocos.

© Patrick Król Padilha

SMILODON
© Patrick Król Padilha
Este boneco mede 14,5 centímetros de comprimento do focinho à cauda e 7,5 centímetros de altura no topo da cabeça. Como podem ver na imagem, tem uma pintura relativamente realista para um felino, olhos penetrantes e bom detalhe de modelagem, com textura do pelo excelente e musculatura bem evidente.
© Patrick Król Padilha
Não fotografei tal detalhe, mas a sola das patas são pintadas com aquela tradicional forma de pegada de felino, com uma com marrom escura. A barriga é predominantemente branca e traz o nome popular do animal em inglês, "Saber Toothed Tiger" e o símbolo da empresa AAA. Comprei no Ebay da Inglaterra (Reino Unido). Um toque artístico interessante é o órgão sexual do animal ter sido esculpido. Normalmente em miniaturas de dinossauros ou outros animais extintos não há o órgão sexual modelado, o que me intriga.
© Patrick Król Padilha
Acho que se é pra ser realista, deveriam fazer tudo o que é possível. Nos dinossauros até entendo, pois não sabemos como era seu sistema reprodutor, mas nos mamíferos também não vejo tal parte do corpo ser feita. Só o Smilodon da Schleich tem o órgão esculpido e mesmo assim de forma bem sutil. Neste modelo dá pra ver claramente esta parte da anatomia, que mostra que trata-se de um macho.

RINOCERONTE LANUDO
© Patrick Król Padilha
Foi o primeiro da coleção que consegui. Troquei com um amigo colecionador da Inglaterra. O modelo é interessante, sua pelagem é esculpida de forma detalhada, com cada tufo de pelo tendo sido esculpido diferentemente, individualmente, dando mais realismo à peça. Os chifres porém são um pouco artificiais demais, com uma cor cinza plana, brilhante.
© Patrick Król Padilha

O chifre é liso, não recebeu detalhamento como o resto do corpo. O olho é negro na parte da pupila e íris, com o resto sendo vermelho sangue. Tal característica dá ao boneco um ar sério, que é totalmente destruído pela forma da boca e pelas enormes narinas, estranhamente pintadas de branca no interior.
As narinas podem ser confundidas com a boca porque ficam bem perto dessa e por isso dá a impressão que o animal está com uma cara de tédio entortando a boca As orelhas também são legais, embora também pintadas de branco no interior. O boneco mede 14 centímetros de comprimento por 7 centímetros de altura, pouca coisa menor que o Smilodon.

HYAENODON
© Patrick Król Padilha

Esse animal é incomun em forma de brinquedo e dificilmente seria corretamente identificado por uma pessoa leiga em relação à mamíferos extintos. O animal foi retratado de maneira muito similar ao apresentado pela BBC no documentário Caminhando com as Bestas.
© Patrick Król Padilha

Com um total de 14 centímetros de comprimento e 6 centímetros de altura, é talvez um dos que recebeu menos atenção em relação à pelagem, embora apresente um detalhamento relativamente bom. Apresenta dois enormes dentes caninos na mandíbula superior, mas não era um felino de dentes de sabre. Pareceria mais um cachorro.
© Patrick Król Padilha
Tem uma coloração boa, copiada do documentário citado anteriormente, porém os dentes caninos são grudados nos caninos inferiores, o que estraga o detalhamento dos dentes. Também apresenta o nome embaixo e a marca do fabricante. Um detalhe interessante é a genitália esculpida. O órgão sexual do animal foi modelado também e assim como no Smilodon, dá a entender que é um macho.

ENTELODON
© Patrick Król Padilha

Esse mamífero é bizarro e raríssimo em forma de brinquedo e assim como o outro citado acima, duvido que seria corretamente identificado por uma pessoa leiga em relação à mamíferos extintos. O animal foi retratado igual ao apresentado pela BBC no documentário Caminhando com as Bestas.
© Patrick Król Padilha
Mede 13,5 centímetros de comprimento e 7,3 centímetros de altura, tem uma pele nua, sem pelagem, exceto pela nuca onde há uma fina carreira de pelos formando um tipo de crina. O animal é um tipo de Javali extinto, por isso em vez de patas possui cascos bipartidos. Sem dúvida é meu favorito entre os mamíferos desta coleção. A coloração é realista, parece desgastada e velha, porém é assim mesmo, até nos bonecos novos. A dentição foi esculpida de forma impecável, com dentes feitos individualmente, ao contrário do visto no Hyaenodon. Também apresenta o nome embaixo e a marca do fabricante.
© Patrick Król Padilha
Esse Entelodonte é definitivamente um macho... adivinhe como sei isto! Comprei na Alemanha, o que foi difícil, pois o único lugar onde vendem tal boneco atualmente, online é claro, é uma loja de animais extintos alemã. O preço é eu Euros e não conseguia fazer com que enviassem pra cá, então tive de pedir a um colecionador amigo de lá para comprar e receber na casa dele, depois mandar pra cá (thanks Helge). Veio junto com o Hyenodon.

MAMUTE
© Patrick Król Padilha

O Mamute Lanoso da coleção é um boneco bem interessante, simpático eu diria pela aparência e bem detalhado, como os demais. Assim como o Rinoceronte, tem patas roliças e atarracadas em meio a um monte de pelos longos, porém o formato do corpo desse mamute é mais delineado pela cobertura de pelo e não tão correto quanto poderia. Suas presas de marfim são bem legais, no entanto muito finas, pois a base tem quase a mesma grossura da ponta e contrasta demais com um animal grande. As presas não tem pintura tão realistica, pois são totalmente brancas, quando poderiam ser mais escuras na extremidade. Os olhos são negros na parte da pupila bem redonda e grande, enquanto que o resto é pintado com uma cor vermelha forte.
© Patrick Król Padilha
A tromba é legal, no entanto a ponta dela é mais ou menos mal feita, pois apresenta um único "buraco" ou narina, quando deveriam haver duas e o formato é redondo perfeito como um canudo, sendo que sabemos que em elefantes a tromba não é desse formato.
© Patrick Król Padilha
A cor geral da pelagem é marrom claro com uns toques cinza e marrom mais claro ainda, enquanto que a parte de baixo é pintada de cinza, onde há escrito o nome do animal, e a tradicional marca da empresa fabricante.
© Patrick Król Padilha

Aparentemente não há detalhes dos órgãos genitais como nos demais, o que pode ser assim devido ao animal ser muito peludo, o que manteria tudo escondido nos pelos ou podemos assumir que seria a representação de uma fêmea.
© Patrick Król Padilha

O interessante é que este é um dos poucos senão o único boneco que Mamute que tenho que não apresenta cauda ou sinal dela. Todos os que possuo de variadas marcas tem a cauda longa ou pelo menos esculpida "grudada" do traseiro do bicho, mas neste não tem nada. Primeiramente pensei que a cauda havia sido quebrada, mas notei que não há marcas de danos em parte alguma. Procurei na internet mais fotos e conversei com pessoas e de fato, este modelo não tem cauda! A explicação mais plausível é de que esta cauda seria muito curta e ficava escondida no pelo. De forma geral é um bom modelo de Mamute, não o melhor e mais correto cientificamente, mas de qualquer maneira gosto muito. Consegui este numa troca com um colecionador dos Estados Unidos, por isso não posso dar um valor exato, mas custa em média de £5 a £10 libras no Ebay do Reino Unido, onde é mais facilmente encontrado.
© Patrick Król Padilha

Ainda me resta dizer que cada um dos animais acima listados foi fabricado também pela mesma empresa em versões diferentes, com coloração e modelos iguais, ou pouco modificados, só que maiores e ocos. Estas versões são ainda mais raras e caras que os pequenos, chegando a medir 30 centímetros de comprimento.
Entelodon Grande: meu preferido da coleção!
©
Patrick Król Padilha
© Patrick Król Padilha
© Patrick Król Padilha
© Patrick Król Padilha
© Patrick Król Padilha
© Patrick Król Padilha
© Patrick Król Padilha

Além do tamanho, pouca ou nenhuma diferença há entre os dois modelos de Entelodonte. Podemos notar que o pequeno tem o pescoço curvado, enquanto que o do grande está reto. A coloração do grande é mais fraca e por mais estranho que possa parecer, o grande não tem dentes na parte de cima da boca.
Entelodonte grande comparado ao pequeno
© Patrick Król Padilha